Redação

16 março 2020

Nenhum comentário

ESTUDANTES DA FMU E UNINOVE COBRAM UNIVERSIDADES PELA SUSPENSÃO DAS AULAS

Fugindo de todas as recomendações da OMS e Ministério da Saúde, as universidades FMU e Uninove, duas das maiores universidades de São Paulo, não tomaram qualquer iniciativa sobre suspender as aulas para conter a contaminação e prevenir a proliferação do Coronavirus.
A UNE, UEE-SP e o DCE FMU, como entidades de representação estudantil, repudiam totalmente a falta de iniciativa em suspender as aulas, tal como fizeram outras instituições, e  estão em contato com as direções destas universidades, pressionando para que alguma medida seja feita. Além disso, circula  um abaixo assinado entre os universitários reivindicando providências por segurança.
Para as entidades, tal ação impacta a saúde da população, dos estudantes dos câmpus e de toda a cidade, e de forma alarmante, além de sobrecarregar o sistema de saúde pública.
Para Caio Yuji, presidente da UEE-SP, as duas universidades possuem salas de aula com superlotação, com número de aluno além do que é indicado, em situações normais. “No momento atual, uma atitude dessas demonstra irresponsabilidade. A maioria dos estudantes das instituições utiliza transporte público, mora nas extremidades da cidade e é usuária do SUS; estão expostas ao risco e ainda colocam suas famílias também nesta condição.”
Uma abaixo assinado está circulando entre os estudantes

Link para o abaixo assinado:

https://secure.avaaz.org/po/community_petitions/a_uninove_deve_suspender_as_aulas_para_preservacao_suspensao_das_aulas_na_uninove/?zUInFpb
Créditos da Imagem aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − 12 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.